A vida é uma peça de teatro que .... Situações do cotidiano quase psicótico que vivemos dentro de uma caixa preta que somos todos misteriosamente viciados.

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Vamos fazer uma apresentação em outra cidade ?

- Alô, é da produção da peça tal? 

- É sim.

-Nós gostaríamos de trazer a sua peça para a região dos lagos, e gostaríamos de saber quais são as suas exigências. 

- Passagem, hospedagem, alimentação e X  por apresentação. 

- Humm.. Então... agente não costuma trabalhar com fixo por apresentação, e sim com percentual de bilheteria. Também não "trabalhamos" com transporte. 

- Hum... sinto muito mas não podemos levar o espetáculo sem garantias. 

- Nãooooo!Garantia tem, todas as peças que eu produzo aqui lotam. 

- Então, já que o senhor tem tanta certeza que vai lotar, me pague o fixo e fique com a bilheteria. 

-Ahhh não. Não posso correr esse risco. 

-Nem eu. 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

- Então, está tudo certo para vocês ? A divulgação foi feita, vocês estão hospedados no melhor hotel da cidade, comendo no melhor restaurante, e o clube onde vocês vão se apresentar é este. Não é grande ? 

-Sim, está tudo bem confortável, só queria saber uma coisa em relação a esse clube. 

- O que ? 

- Não tem "cadeiras" ? 

- Cadeiras ? 

- Sim, cadeiras. Onde o público vai sentar ?

-...

- A peça tem quase duas horas. 

- Não se preocupe, vamos arrumar uma solução. 

                                Duas horas depois se ouve na rua um carro de som dizendo o seguinte: 

-Atenção, atenção! Quem comprou ingressos para assistir o espetáculo no clube municipal, por favor. TRAGAM  SUAS CADEIRAS !

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

-Alô? Onde vocês estão? 

- Estamos na estrada. o transporte que você mandou quebrou. estamos aqui sem conseguir consertar. O motorista não tem ideia do que aconteceu. 

- O teatro está lotado, vocês TEM que chegar. Não posso devolver 700 ingressos. 

- Como assim "Vocês" tem que chegar? Eu estou aqui, seu transporte ( uma kombi caindo aos pedaços), é que quebrou. 

- Pow, se vira ai, malandro pede uma carona. 
-...
 ( paro, penso, me odeio, faço as contas, olho para a o elenco e um deles está tentando pedir uma carona. Para finalmente um caminhão de tijolos lotado de poeira. ) 

- Olá, nosso carro quebrou, precisamos chegar no teatro municipal, o senhor pode nos dar uma carona. 

- Sobe ai cambada, na carroceria. 

( chegamos no teatro cobertos de poeira como se tivéssemos numa guerra no deserto )

- Pow, vocês demoraram muito, assim não dá ! 

-Não, assim não dá. 

---------------------------------------------------------------------------------------------------------

-Alô, amiga como está ai ? Está gostando de Manaus ? 

- NÃAAAAAOOOOOOOO!







2 comentários:

  1. O MELHOR, É A INDIGNAÇÃO DO PRODUTOR LOCAL, DIZENDO "ASSIM NÃO DÁ" KKKKKKKK

    ResponderExcluir